Observações Fundamentais

cabeca

         Hoje vou postar um desenho que fiz a fim de mostrar alguns detalhes que geralmente passam despercebidos.

Quando vemos o desenho deste homem, prendemos a atenção nos detalhes que foram arte-finalizados (efeito de sombra, luz e textura) e esquecemos da parte de trás da cabeça, que não possui nenhum detalhe exceto o contorno. Ilustrei assim de propósito para que vejam com mais clareza; pois, muitas pessoas ao desenhar vêem esses detalhes isolados, o que não é correto já que primeiramente devemos preocupar com o todo, a forma que é definida pelas “proporções” e “contornos” do desenho. Vamos olhar para o desenho agora e tentar ver apenas os contornos da cabeça e do pescoço. Ao desenhar uma cabeça, por exemplo, devemos ficar atentos primeiramente pela forma geral dela, para que ao acrescentar o cabelo à cabeça não perca a sua “forma” e “proporção”. Ao fim dos contornos, deve-se analisar bem o desenho. Caso ele esteja correto, você poderá arte-finaliza-lo. Falar assim parece óbvio, mas de fato a maioria das pessoas que começam a desenhar, vão desenhando e arte-finalizando, e quando erram ficam frustradas ao perceber que o detalhe que ela arte-finalizou está errado. Além de você perder tempo, corre o risco da borracha não apagar o seu erro.

Se esta figura tivesse o cabelo cobrindo toda a cabeça, seria mais difícil de visualizar da forma que propus anteriormente; pois, o cabelo não possui uma forma definida que possa nos ajuda a definir os contornos da cabeça. Sem contar ainda que o tipo de cabelo muda sempre, seguindo características de raça, corte, penteado, etc. O cabelo é flexível e por isso é moldado pelo contorno da cabeça, esta última que possui um certo padrão, tanto na “forma” quanto na “proporção”, ou seja, possui pouca variação. Podemos fazer uma analogia entre o cabelo e a roupa. A roupa assim como o cabelo é flexível, e por assim ser é moldada pelo corpo de quem à veste, ganhando características da forma e da proporção deste corpo.

“É o corpo quem veste a roupa, e não o inverso.”

Portanto ao copiar ou criar qualquer desenho você tem muito mais chances de acertá-lo, se conhecer a estrutura e a característica de cada item que o compõe, sendo eles a “proporção” e a “forma” de cada coisa, que particularmente os considero ser a “alma” do desenho.

Nesse caso foi possível ver também que certas coisas possuem características que não são fixas, mas influem, de um jeito ou de outro, como o cabelo por exemplo. A cabeça possui um padrão de “forma” e “proporção” geralmente fixos, rígidos.

O que mais você consegue notar neste desenho?

Procure observar sempre os mínimos detalhes, aos poucos você vai guardando na memória as informações de cada objeto.

Boa semana pessoal!!!!

Posted on 31 de Dezembro de 2008, in Dicas and tagged , , , , , . Bookmark the permalink. 3 comentários.

  1. muito legal, concordo com vc, ter atenção aos míninos detalhes fazem a diferença.

    Beijos

    Michelle

  2. nossa adorei os seus desenhos meu irmão também gosta muito de desenhar e ele desenha muito bem também vo falar com ele sobre sua paginá

  3. Olá, apesar de eu ser um profissional do ramo de ilustração/propaganda e design gráfico, já vi muitos sites e blogs sobre desenho etc mas achei bem bacana esse blog. Adoro visitar e ver novidades na net.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: